Dicas de psicologia no emagrecimento

  1. Pense em emagrecer e permanecer magra. Não em emagrecer algum peso por algum tempo.
  2. Lembre-se de proceder todos os dias como se estivesse no primeiro, em qualquer programa de emagrecimento em que se engaje.
  3. Troque “o regime” por orientação nutricional. Não fala da dieta mera contagem de calorias. Você precisa se alimentar bem. Procure um (a) nutricionista.
  4. Não tenha pressa! Cada pessoa tem um ritmo de emagrecimento.
  5. Troque o “peso ideal” por um peso viável. Que tal um peso, dentro de seu peso clínico, no qual se sinta bonita e atraente?
  6. Lembre-se, você precisa se gostar para emagrecer e não emagrecer para se gostar. Quem não se gosta, quem não tem uma auto-estima legal não emagrece.
  7. CUIDE DO PROCESSO! O EMAGRECIMENTO VIRÁ COMO CONSEQÜÊNCIA!
  8. Se você come por ansiedade, stress ou por qualquer outra emoção, precisará trabalhar essa emoção, se quiser emagrecer.
  9. Faça atividade física! O melhor exercício físico é aquele que, mesmo cansada hoje, você tem vontade de fazer amanhã! Lembre-se que a endorfina, uma “droga do bem” produzida por seu cérebro quando se exercita, traz prazer e ajuda no emagrecimento.
  10. Faça da comida um prazer, mas não O prazer. Desenvolva outras fontes de gratificação.
  11. Encare os erros como oportunidades de aprendizado e não como catástrofes.
  12. Lembre-se do mandamento maior quando se fala em autoestima: não se lamente! Faça!
  13. Cuidado com “dietas loucas”!Não existem milagres!
  14. Lembre-se que sua imagem muda antes de sua auto-imagem , a maneira pela qual se vê acompanhada de suas emoções a respeito.
  15. Engolir sapos engorda! Desenvolva a assertividade, capacidade de reivindicar seus direitos adequadamente, respeitando o dos outros, de se posicionar de maneira afirmativa, não agressiva nem omissa.
  16. Como estão suas emoções? Você as leva ao prato? Não se cura ansiedade e tristeza com comida.
  17. Pratique alguma forma de relaxamento.
  18. O EMAGRECIMENTO DEVE VIR DE DENTRO PARA FORA! A CABEÇA PRECISARÁ ESTAR “MAGRA” PARA QUE O CORPO EMAGREÇA! Esse é o papel da psicologia no emagrecimento.
  19. Você quer mesmo emagrecer? Muitas pessoas têm “benefícios” permanecendo gordas, sem é claro, ter consciência disso.
  20. Você sabe o que fazer, mas não consegue, tem longo histórico de obesidade ou sobre peso, engorda e emagrece, come compulsivamente, muitas vezes à noite, sem fome, sente-se culpada, está na hora de incluir a psicologia no seu programa de emagrecimento.
  21. Cuide do processo. O emagrecimento virá como conseqüência.
  22. Emagrecimento se baseia em três fatores: reorientação nutricional, atividade física, EQUILIBRIO PSICOLÓGICO!