UM POUCO SOBRE PSICOLOGIA DO EMAGRECIMENTO

 

  1. Pense em emagrecer e PERMANECER MAGRA!
  2. PROCEDA TODOS OS DIAS COMO SE ESTIVESSE NO PRIMEIRO!
  3. Não faça “regime”. Procure orientação nutricional.
  4. Cuide do processo! O emagrecimento vem como conseqüência.
  5. Inclua o prazer em seu projeto de emagrecimento.
  6. Emagrecer é mudar estilo de vida. Para mudar estilo de vida é preciso mudar comportamento. Um comportamento só se torna um hábito se for praticado diversas vezes e automatizado. Para que um comportamento se repita é preciso que seja prazeroso. Um conjunto de hábitos saudáveis define o novo estilo de vida.
  7. Já que não pode comer o quanto quer, deverá ser trabalhada nutricional e psicologicamente para comer o que gosta, parcimoniosamente.
  8. Comer deve ser um prazer, MAS NÃO O PRAZER! Como estão as fontes de prazer de sua vida?
  9. Faça atividade física. O melhor exercício físico, psicologicamente falando,  é aquele que, mesmo cansada hoje, você tem vontade de fazer amanhã.
  10. Têm pessoas que gostam de fazer atividade física. Outras gostam de ter feito.
  11. Um hábito reforça o outro. Quando fazemos atividade física nos sentimos mais capazes de controlar a alimentação.
  12. Comprometa-se com o processo.
  13. Errou? Corrige! Caiu? Levanta! Encare os erros como oportunidade de aprendizado.
  14. Quando você emagrecer não será magra. ESTARÁ MAGRA SE E ENQUANTO MANTIVER UM ESTILO DE VIDA MAGRO!
  15. Não tenha pressa para emagrecer. Durante todo o processo você terá um aprendizado nutricional e psicológico que lhe fornecerá ferramentas para o resto da vida. Afinal, EMAGRECER É MUITO MAIS QUE PERDER ALGUM PESO POR ALGUM TEMPO!
  16. Estabeleça metas viáveis.
  17. Onde entra a necessidade de incluir a psicoterapia ?
  • Longo histórico de obesidade/sobrepeso.
  • Efeito yoyo : engorda/emagrece, engorda emagrece.
  • Comer por ansiedade, tensão, frustração, tristeza, depressão, stress, ócio, conflitos sexuais, raiva, dificuldades sociais.
  • Presença de compulsão alimentar, compulsão alimentar noturna, bulimia, outros transtornos do comportamento alimentar.
  • Muitas pessoas apresentam algum benefício inconsciente permanecendo gordas. Querem emagrecer mas, em determinado momento se auto sabotam
  • Resumidamente, se você sabe o que fazer mas,  não consegue fazer aquilo que sabe que deveria, inclua a psicoterapia.
  1. É fundamental a autoestima em tudo o que fizermos, inclusive no processo de emagrecimento. Goste-se acima de tudo. Não coloque sua auto-aceitação num numero na balança, medida de cintura ou quadril. Você é muito mais que isso.
  2. Seja feliz para emagrecer e não emagreça para ser feliz!
  3. Cuidado com metas inviáveis de beleza! Não existem “padrões”.Cada ser humano tem sua beleza, suas características.Procure sua identidade estética, aquilo que a faz única, seus diferenciais. Cuide da MELHOR VERSÃO DE SI MESMA!
  4. Não há beleza sem saúde e autoestima. É a autoestima que determina, mais que a atratividade física, como uma pessoa identifica sua imagem. Mude o que pode ser mudado e conviva harmoniosamente com aquilo que não quer ou não pode.

 

  1. Beleza ideal? A sua!