Um pouco sobre ansiedade

  • Ansiedade é uma emoção importante para todas as pessoas. Ninguém vive sem ela.
  • É positiva quando nos leva a agir, a produzir, como quando, diante de uma preocupação com uma prova, nos leva a estudar para ela. Quando otimiza o desempenho.
  • É negativa quando desproporcional à situação, levando-nos ao pânico, a não agir, evitar ou fugir da situação, como não fazer esta prova ou “Ter brancos” diante dela.
  • Existem vários “tipos” de ansiedade, desde a terrível crise de pânico (uma sensação de terror onde a pessoa acha que vai morrer) até uma preocupação e nervosismo constante com qualquer coisa, uma expectativa angustiante em relação a tudo, passando por um tipo de timidez extrema, onde a pessoa sente vergonha ao ser avaliada ou observada e que a leva a evitar situações sociais, por medo de ser “ridícula”, desinteressante ou ser rejeitada.
  • A ansiedade causa enorme prejuízo, sofrimento, desconforto pessoal, social, afetivo, sexual, profissional, acadêmico, prejudicando como um todo a qualidade de vida.
  • Quando um médico diz que o quadro de um paciente é basicamente de “nervosismo” pode significar que seus sintomas sejam agravados por um quadro de ansiedade conhecido, estudado e tratado, mas que a pessoa desconhece. Por exemplo, algumas manifestações de ansiedade podem ocorrer também sob a forma de dores (cabeça, abdômen, etc), cansaço e outros sintomas físicos.
  • Outros quadros graves podem decorrer da ansiedade não tratada : problemas escolares, dificuldades sociais, afetivas, transtornos sexuais, obesidade via compulsão alimentar, transtornos alimentares (anorexia, bulimia), somatizações e uma infinidade de outros.
  • 50% das pessoas que usam drogas ou álcool o fazem (ou iniciaram) como uma tentativa de “resolver” um estado interno de desconforto causado pela ansiedade e/ou depressão.
  • Pânico não tratado leva as pessoas a um confinamento por medo. Fobia Social (ansiedade social ou “timidez exagerada”) da mesma forma, pela vergonha que as pessoas sentem de se exporem socialmente ao julgamento alheio. Fobias podem ser muito incapacitantes (avião, metrô, dirigir automóvel, elevador e outras). TODAS SÃO PLENAMENTE TRATÁVEIS!
  • A ansiedade torna as pessoas muito mais vulneráveis a altos níveis de stress, conseqüentemente predispondo-as a doenças diversas.
  • A ansiedade ocorre EM QUALQUER IDADE! INCLUSIVE EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES! Abandono de estudos, baixo aproveitamento escolar, abuso de álcool e drogas, dificuldades de assumir o papel concernente ao próprio sexo e outros, podem decorrer de quadros de ansiedade não tratados!
  • Pais ansiosos transmitem ansiedade aos filhos.
  • Hoje, os quadros de ansiedade são bem definidos, estudados e SEU TRATAMENTO APRESENTA PROGNÓSTICO MUITO BOM! Ocorre que a desinformação, o preconceito, concorre para dificultar a abordagem adequada.
  • É MUITO MAIS FÁCIL TRATAR A ANSIEDADE DO QUE OS MALES DELA DECORRENTES!