PSICOLOGIA NO EMAGRECIMENTO?

 

Uma das perguntas mais freqüentes que recebemos é acerca do papel da psicologia no tratamento da obesidade/sobrepeso. Para que serve? Atua em todos os casos?

È natural essa dúvida, já que a abordagem psicológica é a mais recente (Os primeiros dados ocorrem no pós guerra) e a mais abstrata, a menos tangível.

A psicologia visa tratar as razões que bloqueiam o trabalho  da nutrição. No processo de emagrecimento  é fundamental a reeducação nutricional, muitas vezes dificultada por razões emocionais.

Em alguns casos a obesidade pode ser uma forma inadequada de expressar as emoções. O aumento do tecido gorduroso é o sintoma principal e evidente, mas pode não ser toda a obesidade. O comportamento alimentar inadequado pode ser sintoma manifesto de conflitos latentes. Há algum ganho secundário, um “beneficio” inconsciente que mantém a obesidade? A presença da auto sabotagem?

Nestes casos a reeducação nutricional, essencial, não é levada a bom termo. Mesmo diante de uma orientação segura, personalizada e saborosa a pessoa pode ter percalços em aderir a ela.

Pode haver compulsão alimentar, o vilão do emagrecimento, que não tratado inviabiliza o processo. Causa ou efeito, a ansiedade habitualmente está presente e precisa ser tratada, bem como os transtornos de humor e o stress.

Quanto mais antiga a obesidade na vida da pessoa maior é a chance de alteração da imagem corporal. Da mesma forma, quanto maior o período em que a pessoa esteve gorda maior a possibilidade de prejuízos nas habilidades sociais, muitas vezes requerendo autêntica necessidade de re socialização do paciente.

Importante mencionarmos a importância da manutenção do novo peso. A motivação deve ser continua, pois as condições que a levaram a engordar estão lá, latentes, prontas para levá-la a adquirir de novo o peso anterior.

Por essas razões, a abordagem psicológica pode ser necessária para o sucesso da empreitada. Lembre-se, o objetivo deve ser emagrecer E PERMANECER MAGRA.

 

Dr. Marco Antonio De Tommaso
–  Psicólogo e psicoterapeuta pela Universidade de São Paulo
–  Atuou no IPQ HC USP em pesquisa e atendimento
–  Credenciado pela Assoc Bras para Estudo da Obesidade
–  Consultor da Unilever – Dove de 2004 a 2010

–  Articulista da revista Boa Forma “ Divã”
–  Assessoria psicológica para modelos e agências

–  Consultor de psicologia do site www.giselebundchen.com.br

 
11 – 3887 9738    www.tommaso.psc.br  [email protected]

http://tommasopsicologia.blogspot.com/

 

http://www.facebook.com/marcoantonio.detommaso.5

 

fanpage   https://www.facebook.com/drmarcotommaso

 

Rua Bento de Andrade, 121    Jardim Paulista     São Paulo