Compulsão Alimentar em modelos

Você recebe pressões de todos os tipos. “Tem que emagrecer!” Repare, todas têm… Se seu quadril for 88,00000000001 será tratada como obesa mórbida.

Essa pressão pode ser dieta ou indireta. Além de “delicadas” sugestões diretas do tipo “você está gorda”! “Tem de perder 5 centímetros” ( de preferência para amanhã…), ouve conversas de “especialistas” da moda Num casting, por exemplo, você pode ouvir dos clientes : “Fulana trabalhou muito em Paris.” Aí o outro gênio completa, “também, ela está com 85 de quadril’…Você registra a informação, precisa trabalhar e  o resto, você já sabe…

A pressão aumenta a ansiedade e pode levá-la a comida em círculos viciosos. Comer gera culpa, aumenta a ansiedade reforça a pressão… Aí você pode recorrer a comportamentos de risco para “emagrecer”. Jejuns, dietas malucas, regime, medicamentos sem orientação médica, laxantes, diuréticos receitados pela colega que também “precisa” emagrecer…Já reparou que todas precisam??

Essa volta à comida muitas vezes se dá  de maneira compulsiva. Aí você pode comer às escondidas, muito depressa, sentindo-se sem controle do que e do quanto come , com uma culpa terrível e um medo enorme de engordar…E na compulsão ninguém come alface e tomate, mas alimentos ricos em gordura e carboidrato…Por isso, muitas modelos que tinham peso e medidas normais para a profissão engordam quando se tornam profissionais.

 

Para prevenir ou tratar essa situação são fundamentais uma orientação nutricional e ACOMPANHAMENTO PSICOLÓGICO.